JavaScript must be enabled in order for you to see "WP Copy Data Protect" effect. However, it seems JavaScript is either disabled or not supported by your browser. To see full result of "WP Copy Data Protector", enable JavaScript by changing your browser options, then try again.

Lere considera difícil evitar crimes no país

Lere considera difícil evitar crimes no país

O Chefe de Estado-Maior das Falintil-Forças de Defesa de Timor-Leste (F-FDTL), o major-general Lere Anan Timur, disse existirem dificuldades em evitar a ocorrência de crimes no país por considerar que os políticos faltaram à palavra quando, em campanha eleitoral, prometeram reativar os grupos de artes marciais considerados ilegais, conforme a Resolução do Governo n.º 16 /2013.

 “Podemos apenas reduzir o número de crimes através de ações concretas. Porém, é difícil travarmos todos os crimes que acontecem em todo território. Até entre esposa e marido também há conflitos, quanto mais entre jovens”, referiu aos jornalistas, após o encontro com o Presidente da República, Francisco Guterres ‘Lú Olo’, na passada quarta-feira (14/12/2019), no Palácio Presidencial, no Bairro Pité.

Lere mostrou-se, no entanto, esperançado de que a situação possa ser revertida por meio da promoção de mais ações de sensibilização junto dos jovens para ganharem consciência do mal que estão a fazer ao país, contribuindo, desta forma, para o desenvolvimento do país e manutenção da paz.

Segundo o major, cabe ao Governo agir no sentido de tomar medidas concretas para pôr cobro à ocorrência de conflitos desencadeados na sua esmagadora maioria por jovens.

“As promessas feitas ainda não foram até hoje concretizadas. Em primeiro lugar, para que os jovens possam estar sob constante vigilância, o Governo, enquanto instituição do Estado, deverá tomar medidas que garantam a segurança no país. Recordo que existem organizações de artes marciais legalizadas e que estão sob a supervisão do Executivo, como o Taekwondo e Boxe, consideradas modalidades desportivas federadas”, afirmou.

O general pediu, por isso, à população que não atribuísse culpas à PNTL por considerar que os agentes policiais têm atuado de acordo com as normas estabelecidas. Eus.

Lee hotu :   Lere rekoñese nia oan Boby sala ■ Oknum PNTL lori duni kilat iha kareta laran

Add to Comments Here!!!!

error: Content is protected.
Secured By miniOrange
You might also like:
PD: Líderes de partidos políticos falham em separar interesses nacionais de partidários

Adriano do Nascimento, deputado do Partido...

Paixão atribui acidentes de viação a incumprimento do código da estrada

O Ministro da Defesa e Interior...

Vaticano anuncia expulsão do padre acusado de pedofilia em Oé-Cusse

O Núncio Apostólico do Vaticano em...

Close