JavaScript must be enabled in order for you to see "WP Copy Data Protect" effect. However, it seems JavaScript is either disabled or not supported by your browser. To see full result of "WP Copy Data Protector", enable JavaScript by changing your browser options, then try again.

CAC aguarda promessa de Manuel Cárceres de desmantelar rede mafiosa

CAC aguarda promessa de Manuel Cárceres de desmantelar rede mafiosa

Foto: google

O Comissário Anti-Corrupção (CAC), Sérgio Hornai, disse que está a acompanhar a evolução do caso que envolve a disputa de terreno em Kaitehu e aguarda que a promessa do Ministro da Justiça, Manuel Cárceres, de desmantelar a rede mafiosa seja concretizada.

“Temos uma equipa. A instituição faz o seu trabalho e colabora com a comunicação social. Vocês publicam e nós acompanhamos. Vocês trabalham com profissionalismo, respeitando o código de ética, enquanto nós trabalhamos também, seguindo a lei e o código de conduta. Por isso, estamos a efetuar a investigação e prevenção. Trabalhamos com precaução e responsabilidade para não haver exageros”, disse aos jornalistas, no passado sábado (12-10), após participar no programa Voice of The Voiceless (Voz dos que não têm voz), que teve lugar no salão de São José, na Catedral de Díli.

Recorde-se que, embora o Ministro da Justiça tivesse prometido, em setembro, que desmantelaria a suposta “rede mafiosa”, o facto é que já se passaram três semanas sem que fosse cumprida a promessa.

Vários jornalistas tentaram, na passada sexta-feira (27-09), confirmar junto do Ministro da Justiça a promessa de revelar os contornos relacionados com o caso de terrenos em disputa entre as empresas China Harbour e Marino Entreprise, no município de Liquiçá, mas sem sucesso.

“Não vale a pena ficarem ansiosos. Terão, em breve, oportunidade de conhecer todos os detalhes que estão por detrás desta rede mafiosa. Tudo a seu tempo”, disse.

Um jornalista do Grupo Média Nacional (GMN) tentou mais tarde, na passada quinta-feira (10-10), obter mais informações junto do Ministro da Justiça, mas o governante escusou-se de novo a tecer quaisquer comentários.

O caso dos terrenos em disputa, em Kaitehu, que envolve as empresas China Harbour e Marino Entreprise, teve grande repercussão mediática a nível nacional devido à intervenção de Kay Rala Xanana Gusmão. Recorde-se que se deslocou, na altura, à zona, tendo decidido retirar a barreira de proteção que divide os dois terrenos por considerar que estaria a impedir o trabalho da empresa China Harbour.

Embora o Ministro de Justiça tivesse igualmente marcado presença, não quis prestar quaisquer declarações aos órgãos de comunicação social. Só passados dois dias é que então Manuel Cárceres proferiu as suas primeiras palavras sobre o diferendo que envolve a disputa de terrenos, afirmando aos jornalistas de que havia “máfia e que, em breve, seria desmantelada”.avi/mya

Lee hotu :   Aero Dili fo formasaun pilotu-mekániku ba instituisaun 3

Add to Comments Here!!!!

error: Content is protected.
Secured By miniOrange
You might also like:
MDI sei aprezenta proposta definitiva iha KM

Ministru Defeza no Interinu Interior (MDI),...

Inseguransa Ai-Han iha TL atinji 36%

Ministru Agrikultura no Peskas (MAP), Joaquim...

Ekipa koordenada prende atributu PSHT iha Mota-Ain ■Kartaun identidade tau bandeira merah putih

Ekipa koordenada Unidade Patrullamentu Fronteira no...

Close