JavaScript must be enabled in order for you to see "WP Copy Data Protect" effect. However, it seems JavaScript is either disabled or not supported by your browser. To see full result of "WP Copy Data Protector", enable JavaScript by changing your browser options, then try again.

António Armindo pede detenção de indivíduos suspeitos de permitirem entradas ilegais

António Armindo pede detenção de indivíduos suspeitos de permitirem entradas ilegais

O Vice-Ministro do Interior (VMI), António Armindo, pediu à Polícia Nacional de Timor-Leste (PNTL) que efetuasse buscas a fim de deter os indivíduos suspeitos de terem contribuído para as saídas ilegais de cidadãos timorenses junto à fronteira com a vizinha Indonésia.

As declarações de António Armindo surgem na sequência das recentes detenções de vários elementos afetos a Grupos de Artes Marciais (GAM), em especial o grupo Persaudaraan Setia Hati Teratai (PSHT, denominação e sigla em indonésio), levadas a cabo pelas forças policiais da PNTL e militares das FALINTIL-Forças de Defesa de Timor-Leste (F-FDTL).

Recorde-se que a PNTL e as F-FDTL detiveram, recentemente, dezenas de adeptos do GAM-PSHT, que atravessaram ilegalmente as fronteiras com destino a Atambua, na Indonésia, para participarem nos ‘exames de promoção de faixas’ (‘ujian naik sabuk’, em indonésio), sendo posteriormente conduzidos aos centros de confinamento obrigatório sob controlo e vigilância do Ministério da Saúde.      

Segundo o Vice-Ministro, o Comando da PNTL ordenou que agentes de serviços secretos de informação efetuassem buscas a fim de procederem à detenção dos indivíduos que permitiram a entrada e saída ilegais de pessoas durante o período do estado de emergência. 

“Ainda não sabemos quem são os indivíduos que estão por detrás. Segundo o presidente e o secretário-geral deste GAM [PSHT], ninguém deu autorização a estes membros. Isto quer dizer que foram a Atambua por iniciativa própria ou sem apoio de ninguém. Aguardamos, contudo, os resultados da investigação e dos serviços de informação. Esperamos que não haja evidências que contrariem as declarações dos dirigentes desta organização”, afirmou António, esta terça-feira (15/09), aos jornalistas, à margem da sua visita ao local da construção do novo edifício do Quartel-Geral da PNTL, em Caicoli, Díli.

Já o Comandante-Geral da PNTL, Faustino da Costa, afirmou que não haverá nenhuma tolerância para qualquer membro da polícia que esteja por detrás destas ações ilegais.

“As atividades de artes marciais foram reativadas. No entanto, a resolução do Governo não admite o envolvimento de qualquer membro da PNTL e das F-FDTL no GAM, ou seja, tolerância zero para quem se envolver. Não vamos à procura de ninguém, mas, caso haja queixas, cada um terá de se responsabilizar pelos seus próprios atos”, disse o comandante-geral da PNTL. 

Recorde-se que a Unidade de Patrulhamento das Fronteiras (UPF) e as F-FDTL detiveram, no passado dia 4 deste mês, 37 elementos do PSHT, que regressaram a Timor-Leste, após receberem a sua graduação das faixas na Indonésia.

A PNTL deteve, de igual modo, no dia 7 de setembro, seis elementos deste grupo no Bairro Pité e mais 14 membros a 9 do mesmo mês em Colmera, ambos localizados em Díli. (avi)

Lee hotu :   NAVIOS CHINESES VOLTAM A SER APANHADOS COM TONELADAS DE TUBARÕES EM ÁGUAS TIMORENSES

Add to Comments Here!!!!

error: Content is protected.
Secured By miniOrange
You might also like:
Profesór kontratadu 15 husi eskola Dom Carlos ladauk simu saláriu

Profesór kontratadu na’in 15 husi Eskola...

Sirkulasaun fundu TL metade ba estranjeiru

Ekonomista Timor-Oan, Jõao Mariano Saldanha, hateten,...

GRNDJC: PR ‘Lú Olo’ demonstra falta de responsabilidade moral perante povo

O Grupo da Resistência Nacional para...

Close