GMN TV Internacional SOLUÇÃO PARA GOVERNO TIMORENSE DEVE FICAR DEFINIDA ESTA SEMANA – LÍDER DA FRETILIN

SOLUÇÃO PARA GOVERNO TIMORENSE DEVE FICAR DEFINIDA ESTA SEMANA – LÍDER DA FRETILIN

[:pt]

Díli, 14 ago (Lusa) - A Fretilin espera ter concluído, até ao próximo fim de semana, as negociações para a formação do próximo Governo, devendo deliberar igualmente quem será o chefe do executivo, disse hoje o secretário-geral do partido.
A previsão é de que a delegação da Frente Revolucionária do Timor-Leste Independente (Fretilin) se encontre na quarta-feira com delegações dos dois partidos convidados a formar uma "plataforma de governação", nomeadamente o Partido Libertação Popular (PLP) e o Kmanek Haburas Unidade Nacional Timor Oan (KHUNTO), explicou aos jornalistas Mari Alkatiri.
O responsável falava no final de um encontro, de cerca de uma hora, com o Presidente de Timor-Leste, Francisco Guterres Lu-Olo, a quem deu conta dos avanços nas negociações para definir o executivo."Apresentei ao senhor Presidente um relatório sobre as conversações preliminares com os outros quatro partidos e a informação de que, numa primeira fase de discussões de caráter mais substancial, a Fretilin decidiu convidar dois dos quatro partidos, mantendo as portas abertas para o diálogo com os outros", afirmou. Alkatiri confirmou que vai enviar agora cartas de convite para a liderança do PLP e do KHUNTO, com quem se espera reunir na quarta-feira, sendo que só depois disso deverá apresentar uma proposta concreta ao chefe de Estado. "Proposta concreta só quando houver acordo entre os três partidos e até se houver possibilidade de ampliar a plataforma para incluir membros de outros partidos", disse. O líder da Fretilin disse que o partido está aberto a negociar com outras forças a presidência do parlamento nacional, onde tem a maior bancada, com 23 lugares, e está a considerar a possibilidade de entrada de elementos não ligados a partidos políticos no executivo. A única questão que está fora das negociações é o cargo de primeiro-ministro que será ocupado por um elemento da Fretilin, com a decisão final a ser tomada ainda esta semana, garantiu. Se as reuniões com os outros partidos correrem bem, a Fretilin vai convocar o Comité Central do partido para sexta-feira, altura em que será decidido quem vai ser o próximo primeiro-ministro, disse. Alkatiri confirmou ainda que continua sem falar com o líder do Congresso Nacional da Reconstrução Timorense (CNRT), segundo partido mais votado nas legislativas de julho, Xanana Gusmão. "Eu não sei onde é que está o meu compadre neste momento. Se politicamente está a ser difícil encontrar-nos, como compadres vamo-nos encontrar. Não falamos desde o dia 22 de julho, sim", afirmou. No sábado, Mari Alkatiri anunciou que a Fretilin tinha decidido convidar os dois partidos que se estreiam no Parlamento Nacional, Partido Libertação Popular (PLP, oito lugares) e Kmanek Haburas Unidade Nacional Timor Oan (KHUNTO, cinco lugares) para conversações sobre a formação de uma plataforma "sólida e segura" de governação. Alkatiri, que leu uma declaração da Frente Revolucionária do Timor-Leste Independente (Fretilin) em conferência de imprensa, disse que o partido vai ainda "manter o diálogo com todos os outros partidos". O objetivo é "garantir uma política mais inclusiva de modo a tornar o Parlamento Nacional um fórum de concertação de posições e de busca permanente de consensos nas decisões de caráter estruturante para a consolidação do Estado", disse.
Lusa/Fim

[:id]

Díli, 14 ago (Lusa) - A Fretilin espera ter concluído, até ao próximo fim de semana, as negociações para a formação do próximo Governo, devendo deliberar igualmente quem será o chefe do executivo, disse hoje o secretário-geral do partido.
A previsão é de que a delegação da Frente Revolucionária do Timor-Leste Independente (Fretilin) se encontre na quarta-feira com delegações dos dois partidos convidados a formar uma "plataforma de governação", nomeadamente o Partido Libertação Popular (PLP) e o Kmanek Haburas Unidade Nacional Timor Oan (KHUNTO), explicou aos jornalistas Mari Alkatiri.
O responsável falava no final de um encontro, de cerca de uma hora, com o Presidente de Timor-Leste, Francisco Guterres Lu-Olo, a quem deu conta dos avanços nas negociações para definir o executivo."Apresentei ao senhor Presidente um relatório sobre as conversações preliminares com os outros quatro partidos e a informação de que, numa primeira fase de discussões de caráter mais substancial, a Fretilin decidiu convidar dois dos quatro partidos, mantendo as portas abertas para o diálogo com os outros", afirmou. Alkatiri confirmou que vai enviar agora cartas de convite para a liderança do PLP e do KHUNTO, com quem se espera reunir na quarta-feira, sendo que só depois disso deverá apresentar uma proposta concreta ao chefe de Estado. "Proposta concreta só quando houver acordo entre os três partidos e até se houver possibilidade de ampliar a plataforma para incluir membros de outros partidos", disse. O líder da Fretilin disse que o partido está aberto a negociar com outras forças a presidência do parlamento nacional, onde tem a maior bancada, com 23 lugares, e está a considerar a possibilidade de entrada de elementos não ligados a partidos políticos no executivo. A única questão que está fora das negociações é o cargo de primeiro-ministro que será ocupado por um elemento da Fretilin, com a decisão final a ser tomada ainda esta semana, garantiu. Se as reuniões com os outros partidos correrem bem, a Fretilin vai convocar o Comité Central do partido para sexta-feira, altura em que será decidido quem vai ser o próximo primeiro-ministro, disse. Alkatiri confirmou ainda que continua sem falar com o líder do Congresso Nacional da Reconstrução Timorense (CNRT), segundo partido mais votado nas legislativas de julho, Xanana Gusmão. "Eu não sei onde é que está o meu compadre neste momento. Se politicamente está a ser difícil encontrar-nos, como compadres vamo-nos encontrar. Não falamos desde o dia 22 de julho, sim", afirmou. No sábado, Mari Alkatiri anunciou que a Fretilin tinha decidido convidar os dois partidos que se estreiam no Parlamento Nacional, Partido Libertação Popular (PLP, oito lugares) e Kmanek Haburas Unidade Nacional Timor Oan (KHUNTO, cinco lugares) para conversações sobre a formação de uma plataforma "sólida e segura" de governação. Alkatiri, que leu uma declaração da Frente Revolucionária do Timor-Leste Independente (Fretilin) em conferência de imprensa, disse que o partido vai ainda "manter o diálogo com todos os outros partidos". O objetivo é "garantir uma política mais inclusiva de modo a tornar o Parlamento Nacional um fórum de concertação de posições e de busca permanente de consensos nas decisões de caráter estruturante para a consolidação do Estado", disse.
Lusa/Fim

[:en]

Díli, 14 ago (Lusa) - A Fretilin espera ter concluído, até ao próximo fim de semana, as negociações para a formação do próximo Governo, devendo deliberar igualmente quem será o chefe do executivo, disse hoje o secretário-geral do partido.
A previsão é de que a delegação da Frente Revolucionária do Timor-Leste Independente (Fretilin) se encontre na quarta-feira com delegações dos dois partidos convidados a formar uma "plataforma de governação", nomeadamente o Partido Libertação Popular (PLP) e o Kmanek Haburas Unidade Nacional Timor Oan (KHUNTO), explicou aos jornalistas Mari Alkatiri.
O responsável falava no final de um encontro, de cerca de uma hora, com o Presidente de Timor-Leste, Francisco Guterres Lu-Olo, a quem deu conta dos avanços nas negociações para definir o executivo."Apresentei ao senhor Presidente um relatório sobre as conversações preliminares com os outros quatro partidos e a informação de que, numa primeira fase de discussões de caráter mais substancial, a Fretilin decidiu convidar dois dos quatro partidos, mantendo as portas abertas para o diálogo com os outros", afirmou. Alkatiri confirmou que vai enviar agora cartas de convite para a liderança do PLP e do KHUNTO, com quem se espera reunir na quarta-feira, sendo que só depois disso deverá apresentar uma proposta concreta ao chefe de Estado. "Proposta concreta só quando houver acordo entre os três partidos e até se houver possibilidade de ampliar a plataforma para incluir membros de outros partidos", disse. O líder da Fretilin disse que o partido está aberto a negociar com outras forças a presidência do parlamento nacional, onde tem a maior bancada, com 23 lugares, e está a considerar a possibilidade de entrada de elementos não ligados a partidos políticos no executivo. A única questão que está fora das negociações é o cargo de primeiro-ministro que será ocupado por um elemento da Fretilin, com a decisão final a ser tomada ainda esta semana, garantiu. Se as reuniões com os outros partidos correrem bem, a Fretilin vai convocar o Comité Central do partido para sexta-feira, altura em que será decidido quem vai ser o próximo primeiro-ministro, disse. Alkatiri confirmou ainda que continua sem falar com o líder do Congresso Nacional da Reconstrução Timorense (CNRT), segundo partido mais votado nas legislativas de julho, Xanana Gusmão. "Eu não sei onde é que está o meu compadre neste momento. Se politicamente está a ser difícil encontrar-nos, como compadres vamo-nos encontrar. Não falamos desde o dia 22 de julho, sim", afirmou. No sábado, Mari Alkatiri anunciou que a Fretilin tinha decidido convidar os dois partidos que se estreiam no Parlamento Nacional, Partido Libertação Popular (PLP, oito lugares) e Kmanek Haburas Unidade Nacional Timor Oan (KHUNTO, cinco lugares) para conversações sobre a formação de uma plataforma "sólida e segura" de governação. Alkatiri, que leu uma declaração da Frente Revolucionária do Timor-Leste Independente (Fretilin) em conferência de imprensa, disse que o partido vai ainda "manter o diálogo com todos os outros partidos". O objetivo é "garantir uma política mais inclusiva de modo a tornar o Parlamento Nacional um fórum de concertação de posições e de busca permanente de consensos nas decisões de caráter estruturante para a consolidação do Estado", disse.
Lusa/Fim

[:tl]

Díli, 14 ago (Lusa) - A Fretilin espera ter concluído, até ao próximo fim de semana, as negociações para a formação do próximo Governo, devendo deliberar igualmente quem será o chefe do executivo, disse hoje o secretário-geral do partido.
A previsão é de que a delegação da Frente Revolucionária do Timor-Leste Independente (Fretilin) se encontre na quarta-feira com delegações dos dois partidos convidados a formar uma "plataforma de governação", nomeadamente o Partido Libertação Popular (PLP) e o Kmanek Haburas Unidade Nacional Timor Oan (KHUNTO), explicou aos jornalistas Mari Alkatiri.
O responsável falava no final de um encontro, de cerca de uma hora, com o Presidente de Timor-Leste, Francisco Guterres Lu-Olo, a quem deu conta dos avanços nas negociações para definir o executivo."Apresentei ao senhor Presidente um relatório sobre as conversações preliminares com os outros quatro partidos e a informação de que, numa primeira fase de discussões de caráter mais substancial, a Fretilin decidiu convidar dois dos quatro partidos, mantendo as portas abertas para o diálogo com os outros", afirmou. Alkatiri confirmou que vai enviar agora cartas de convite para a liderança do PLP e do KHUNTO, com quem se espera reunir na quarta-feira, sendo que só depois disso deverá apresentar uma proposta concreta ao chefe de Estado. "Proposta concreta só quando houver acordo entre os três partidos e até se houver possibilidade de ampliar a plataforma para incluir membros de outros partidos", disse. O líder da Fretilin disse que o partido está aberto a negociar com outras forças a presidência do parlamento nacional, onde tem a maior bancada, com 23 lugares, e está a considerar a possibilidade de entrada de elementos não ligados a partidos políticos no executivo. A única questão que está fora das negociações é o cargo de primeiro-ministro que será ocupado por um elemento da Fretilin, com a decisão final a ser tomada ainda esta semana, garantiu. Se as reuniões com os outros partidos correrem bem, a Fretilin vai convocar o Comité Central do partido para sexta-feira, altura em que será decidido quem vai ser o próximo primeiro-ministro, disse. Alkatiri confirmou ainda que continua sem falar com o líder do Congresso Nacional da Reconstrução Timorense (CNRT), segundo partido mais votado nas legislativas de julho, Xanana Gusmão. "Eu não sei onde é que está o meu compadre neste momento. Se politicamente está a ser difícil encontrar-nos, como compadres vamo-nos encontrar. Não falamos desde o dia 22 de julho, sim", afirmou. No sábado, Mari Alkatiri anunciou que a Fretilin tinha decidido convidar os dois partidos que se estreiam no Parlamento Nacional, Partido Libertação Popular (PLP, oito lugares) e Kmanek Haburas Unidade Nacional Timor Oan (KHUNTO, cinco lugares) para conversações sobre a formação de uma plataforma "sólida e segura" de governação. Alkatiri, que leu uma declaração da Frente Revolucionária do Timor-Leste Independente (Fretilin) em conferência de imprensa, disse que o partido vai ainda "manter o diálogo com todos os outros partidos". O objetivo é "garantir uma política mais inclusiva de modo a tornar o Parlamento Nacional um fórum de concertação de posições e de busca permanente de consensos nas decisões de caráter estruturante para a consolidação do Estado", disse.
Lusa/Fim

 [:]


Banner

Foto

Notisia Ikus

Portu Díli sei transforma ba zona turístika

July 30, 2021
Primeiru Ministru (PM) Taur Matan Ruak, hatete b...

PN ezije Governu responde povu nia halerik durante pandemia

July 30, 2021
Reprezentante povu sira iha Parlamentu Nasionál...

PPN la admite kansela diskusaun lei EOJF

July 29, 2021
Prezidente Parlamentu Nasionál (PPN) Aniceto Gu...

Governu aplika SS iha munisípiu Ermera no Díli ba semana rua

July 29, 2021
Governu liu husi reniaun Konsellu Ministru, Kuar...

PPN Aniceto promete sei altera LPV antes mandatu remata

July 29, 2021
Prezidente Parlamentu Nasional (PPN), Aniceto Gu...
1 2 3 622

About

Grupo Média Nacional was founded on the 19th December, 2003 with the aim of contributing to the development of media in the newly independent Timor-Leste. In that respective year, "Jornal Nacional Semanário" weekly newspaper was launched and in 2005 the Group ... more

Phone: 3311441
Email: [email protected]
Address: Dom boaventura no 8, Bebora Dili, Timor Leste.

GMN Map

Copyright © 2021 GMN TV | All right reserved.
apartmentmap-marker