GMN TV Justica e Segurança Hornai: CAC atua com firmeza para garantir princípios de boa governação

Hornai: CAC atua com firmeza para garantir princípios de boa governação

0 views

[:pt]

O Comissário Anti-Corrupção (CAC), Sérgio Hornai, disse, no passado sábado (22/02/2020), que a comissão tem atuado, desde a sua criação, com firmeza para que seja garantida a implementação dos princípios da boa governação em Timor-Leste.

“A CAC continua a esforçar-se para fortalecer e promover uma investigação que seja mais rigorosa e adequada relativamente aos crimes de corrupção. Deve, pois, garantir a objetividade, legalidade, confiança e justiça no trabalho de modo a que possa agilizar o trabalho do Ministério Público e tribunais”, referiu Hornai, após participar na missa de agradecimento dos 10 anos da CAC, na Igreja de Motael, no Farol.

Já o Vigário da Paróquia de Motael, o Padre Mariano Maia, considerou, na sua homilia, que o 10.º Aniversário da CAC atribui maior responsabilidade a todos os peritos em investigação no que diz respeito aos crimes de corrupção.

“Devem conhecer bem o papel da CAC. É fundamental que a missão da instituição não seja posta em causa. Devem assumir os cargos de forma responsável e isenta. Devem, pois, servir com honestidade o país. Digam somente a verdade. Não importa que familiares seus estejam envolvidos, pois a lei é universal e deve ser aplicada de forma justa e direta. Este trabalho exige da vossa parte total transparência”, afirmou.

“O ponto mais importante é controlar e servir o país de acordo com o interesse nacional e bem-estar do povo”, referiu.

Recorde-se que a CAC foi criada a 24 de fevereiro de 2010 com o objetivo de combater a corrupção em Timor-Leste.

Durante a cerimónia, teve ainda lugar a atribuição de certificados aos ex-comissários da CAC. San

[:id]

O Comissário Anti-Corrupção (CAC), Sérgio Hornai, disse, no passado sábado (22/02/2020), que a comissão tem atuado, desde a sua criação, com firmeza para que seja garantida a implementação dos princípios da boa governação em Timor-Leste.

“A CAC continua a esforçar-se para fortalecer e promover uma investigação que seja mais rigorosa e adequada relativamente aos crimes de corrupção. Deve, pois, garantir a objetividade, legalidade, confiança e justiça no trabalho de modo a que possa agilizar o trabalho do Ministério Público e tribunais”, referiu Hornai, após participar na missa de agradecimento dos 10 anos da CAC, na Igreja de Motael, no Farol.

Já o Vigário da Paróquia de Motael, o Padre Mariano Maia, considerou, na sua homilia, que o 10.º Aniversário da CAC atribui maior responsabilidade a todos os peritos em investigação no que diz respeito aos crimes de corrupção.

“Devem conhecer bem o papel da CAC. É fundamental que a missão da instituição não seja posta em causa. Devem assumir os cargos de forma responsável e isenta. Devem, pois, servir com honestidade o país. Digam somente a verdade. Não importa que familiares seus estejam envolvidos, pois a lei é universal e deve ser aplicada de forma justa e direta. Este trabalho exige da vossa parte total transparência”, afirmou.

“O ponto mais importante é controlar e servir o país de acordo com o interesse nacional e bem-estar do povo”, referiu.

Recorde-se que a CAC foi criada a 24 de fevereiro de 2010 com o objetivo de combater a corrupção em Timor-Leste.

Durante a cerimónia, teve ainda lugar a atribuição de certificados aos ex-comissários da CAC. San

[:en]

O Comissário Anti-Corrupção (CAC), Sérgio Hornai, disse, no passado sábado (22/02/2020), que a comissão tem atuado, desde a sua criação, com firmeza para que seja garantida a implementação dos princípios da boa governação em Timor-Leste.

“A CAC continua a esforçar-se para fortalecer e promover uma investigação que seja mais rigorosa e adequada relativamente aos crimes de corrupção. Deve, pois, garantir a objetividade, legalidade, confiança e justiça no trabalho de modo a que possa agilizar o trabalho do Ministério Público e tribunais”, referiu Hornai, após participar na missa de agradecimento dos 10 anos da CAC, na Igreja de Motael, no Farol.

Já o Vigário da Paróquia de Motael, o Padre Mariano Maia, considerou, na sua homilia, que o 10.º Aniversário da CAC atribui maior responsabilidade a todos os peritos em investigação no que diz respeito aos crimes de corrupção.

“Devem conhecer bem o papel da CAC. É fundamental que a missão da instituição não seja posta em causa. Devem assumir os cargos de forma responsável e isenta. Devem, pois, servir com honestidade o país. Digam somente a verdade. Não importa que familiares seus estejam envolvidos, pois a lei é universal e deve ser aplicada de forma justa e direta. Este trabalho exige da vossa parte total transparência”, afirmou.

“O ponto mais importante é controlar e servir o país de acordo com o interesse nacional e bem-estar do povo”, referiu.

Recorde-se que a CAC foi criada a 24 de fevereiro de 2010 com o objetivo de combater a corrupção em Timor-Leste.

Durante a cerimónia, teve ainda lugar a atribuição de certificados aos ex-comissários da CAC. San

[:tl]

O Comissário Anti-Corrupção (CAC), Sérgio Hornai, disse, no passado sábado (22/02/2020), que a comissão tem atuado, desde a sua criação, com firmeza para que seja garantida a implementação dos princípios da boa governação em Timor-Leste.

“A CAC continua a esforçar-se para fortalecer e promover uma investigação que seja mais rigorosa e adequada relativamente aos crimes de corrupção. Deve, pois, garantir a objetividade, legalidade, confiança e justiça no trabalho de modo a que possa agilizar o trabalho do Ministério Público e tribunais”, referiu Hornai, após participar na missa de agradecimento dos 10 anos da CAC, na Igreja de Motael, no Farol.

Já o Vigário da Paróquia de Motael, o Padre Mariano Maia, considerou, na sua homilia, que o 10.º Aniversário da CAC atribui maior responsabilidade a todos os peritos em investigação no que diz respeito aos crimes de corrupção.

“Devem conhecer bem o papel da CAC. É fundamental que a missão da instituição não seja posta em causa. Devem assumir os cargos de forma responsável e isenta. Devem, pois, servir com honestidade o país. Digam somente a verdade. Não importa que familiares seus estejam envolvidos, pois a lei é universal e deve ser aplicada de forma justa e direta. Este trabalho exige da vossa parte total transparência”, afirmou.

“O ponto mais importante é controlar e servir o país de acordo com o interesse nacional e bem-estar do povo”, referiu.

Recorde-se que a CAC foi criada a 24 de fevereiro de 2010 com o objetivo de combater a corrupção em Timor-Leste.

Durante a cerimónia, teve ainda lugar a atribuição de certificados aos ex-comissários da CAC. San

[:]


Banner

Foto

Notisia Ikus

Lere hato’o ona karta reforma ba Governu

January 18, 2022
Xefe Estadu Maior Jenerál, FALINTIL-Forsa Defez...

CNRT Husu PR Lú Olo di’ak liu halo suspensaun ba kargu

January 18, 2022
[caption id="attachment_53193" align="aligncenter"...

PM Taur husu sidadun hotu tenke kria paz durante kampaña eleitorál

January 17, 2022
Primeiru Ministru (PM) Taur Matan Ruak apela ba ...

Lú Olo Rekandidata–an ba Prezidente Repúblika

January 17, 2022
[caption id="attachment_58994" align="aligncenter"...

Eleisaun ba PR Sei Realiza iha Loron 19 Marsu

January 17, 2022
[caption id="attachment_58989" align="aligncenter"...
1 2 3 681

About

Grupo Média Nacional was founded on the 19th December, 2003 with the aim of contributing to the development of media in the newly independent Timor-Leste. In that respective year, "Jornal Nacional Semanário" weekly newspaper was launched and in 2005 the Group ... more

Phone: 3311441
Email: [email protected]
Address: Dom boaventura no 8, Bebora Dili, Timor Leste.

GMN Map

Copyright © 2021 GMN TV | All right reserved.
apartmentmap-marker