JavaScript must be enabled in order for you to see "WP Copy Data Protect" effect. However, it seems JavaScript is either disabled or not supported by your browser. To see full result of "WP Copy Data Protector", enable JavaScript by changing your browser options, then try again.

Klamar Fuik defende investimento na língua portuguesa nas F-FDTL e PNTL

Klamar Fuik defende investimento na língua portuguesa nas F-FDTL e PNTL

O Diretor do Instituto de Defesa Nacional, o Capitãode-Mar-e-Guerra, Donaciano Costa Gomes ‘Pedro Klamar Fuik’ disse que, se o português é considerado uma prioridade nacional, então o Governo deve investir nesta língua nas Falintil-Forças de Defesa de Timor-Leste (F-FDTL) e Polícia Nacional de Timor-Leste (PNTL). 

“Eu sou parte integrante do Instituto de Defesa Nacional (IDN), uma instituição autónoma e responsável pela segurança e desenvolvimento das F-FDTL e da PNTL. Agora, se o português constitui uma necessidade nacional, então o Executivo deverá considerá-lo como uma das prioridades”, disse Donaciano Costa Gomes, na passada terça-feira (25-08), em resposta às preocupações manifestadas por certos membros das F-FDTL, aquando do Grande Debate organizada pelo IDN, sobre a reprovação de elementos das forças armadas nos cursos levados a cabo por este instituto, alegadamente por falta de domínio do português.

O diretor do instituto referiu ainda que, devido ao facto de Timor-Leste ter instituído como uma das línguas oficiais o português, o Governo deveria ter feito um esforço adicional para reforçar esta língua “como identidade nacional e diferenciar-se da região da ASEAN como país independente e soberano”.

“Falar ou não o português, uma língua que nos liga a todos pela sua história, pode trazer-nos alguma vantagem em termos de identidade cultural e nacional, faz parte do nosso próprio desafio. Temos agora de olhar para o futuro de uma forma positiva e construtiva. Os desafios que estamos a enfrentar devido às deficiências e dificuldades em torno da língua são questões pontuais. Com o tempo, vamos melhorar todo o sistema educativo, todas as condições e acredito que um dia poderemos ultrapassar”, afirmou.

Segundo os dados do Censos de 2015, 30.8% dos timorenses falam português. Esta percentagem mostra uma subida significativa face a 2002, ano em que se registou apenas 5% de falantes de Língua Portuguesa. Oct

Lee hotu :   Preokupa situasaun rai-laran, Falur: Líder nasionál sira seidauk husik kargu

Add to Comments Here!!!!

error: Content is protected.
Secured By miniOrange
You might also like:
Kazu kazál Timor-Oan, TDD sei halo apresiasaun ba relatóriu BNN

Tribunal Distritál Díli (TDD) sei halo...

Fulan ne’e, SERVE.IP simu pedidu husi kompañia 20 taka atividade

Servisu Rejistu Verifikasaun Emprezariál Institutu Públiku...

PR promulga ona primeira alterasaun dekretu-lei suplementu remuneratóriu

Prezidente Repúblika (PR), Francisco Guterres Lú...

Close