GMN TV Politika URGENTE - NOVO GOVERNO

URGENTE - NOVO GOVERNO

0 views

[:pt]

Díli, 15 set (Lusa) - O VII Governo constitucional timorense, cujo mandato começa hoje, é liderado por Mari Alkatiri e tem quatro ministros de Estado, mas não vai ser empossado na totalidade, com várias pastas ainda por preencher.

A lista de governantes proposta pelo primeiro-ministro indigitado, Mari Alkatiri, foi já assinada pelo chefe de Estado, Francisco Guterres Lu-Olo, e publicada no Jornal da República, permitindo a realização da cerimónia oficial de posse, às 16:00 (08:00 em Lisboa) no Palácio Nobre de Lahane.

Dos cerca de 30 elementos que o novo governo timorense vai ter, apenas 12 vão ser empossados esta tarde, com vários a acumularem temporariamente outras funções.

O Executivo é liderado por Mari Alkatiri, que regressa à chefia do Governo, que ocupou entre 20 de maio de 2002 - foi o primeiro primeiro-ministro desde a restauração da independência e o segundo desde a declaração da independência - e 26 de junho de 2006, quando se demitiu na sequência da crise política que Timor-Leste vivia na altura.

Alkatiri, que será também ministro do Desenvolvimento e de Reforma Institucional, tem ainda como áreas de responsabilidade as Zonas Especiais de Economia Social de Mercado de Timor-Leste (Oecusse e Ataúro e quatro "Zonas Especiais de Desenvolvimento de Território Nacional") e as Infraestruturas.

Temporariamente e até que tome posse o ministro da Justiça, Alkatiri, líder da Frente Revolucionária de Timor-Leste Independente (Fretilin), vai acumular a responsabilidade nesta área.

O Governo vai ter quatro ministros de Estado, sendo que, neste dia, só tomam posse três: José Ramos-Horta (ex-Presidente da República), que será também conselheiro para Segurança Nacional, Rui Araújo (ex-primeiro-ministro), que será ainda ministro da Saúde, e Estanislau da Silva, que será ainda ministro da Agricultura, cargo que ocupou no VI Governo.

Adriano Nascimento, do Partido Democrático (PD), será o ministro na Presidência do Conselho de Ministros, e Aurélio Guterres, ex-reitor da Universidade Nacional de Timor Lorosa'e (UNTL), o ministro de Negócios Estrangeiros e Cooperação.


Valentim Ximenes toma posse como ministro da Administração Estatal e Rui Augusto Gomes, ex-chefe da Casa Civil do ex-Presidente timorense Taur Matan Ruak, será o ministro do Plano e Finanças. José Somotxo será o ministro da Defesa, enquanto o cargo de ministro da Educação - que não toma posse hoje - vai ser acumulado temporariamente por Rui Araújo, sendo empossada como vice-ministra a ex-deputada do PD Lurdes BessaAntónio da Conceição (PD), anterior ministro da Educação, será o novo ministro do Comércio e Indústria e Florentina Martins Smith (Fretilin) vai liderar a pasta da Solidariedade Social. Temporariamente, o cargo de ministro dos Recursos Minerais será acumulado por Estanislau da Silva.

Lusa/Fim

[:id]

Díli, 15 set (Lusa) - O VII Governo constitucional timorense, cujo mandato começa hoje, é liderado por Mari Alkatiri e tem quatro ministros de Estado, mas não vai ser empossado na totalidade, com várias pastas ainda por preencher.

A lista de governantes proposta pelo primeiro-ministro indigitado, Mari Alkatiri, foi já assinada pelo chefe de Estado, Francisco Guterres Lu-Olo, e publicada no Jornal da República, permitindo a realização da cerimónia oficial de posse, às 16:00 (08:00 em Lisboa) no Palácio Nobre de Lahane.

Dos cerca de 30 elementos que o novo governo timorense vai ter, apenas 12 vão ser empossados esta tarde, com vários a acumularem temporariamente outras funções.

O Executivo é liderado por Mari Alkatiri, que regressa à chefia do Governo, que ocupou entre 20 de maio de 2002 - foi o primeiro primeiro-ministro desde a restauração da independência e o segundo desde a declaração da independência - e 26 de junho de 2006, quando se demitiu na sequência da crise política que Timor-Leste vivia na altura.

Alkatiri, que será também ministro do Desenvolvimento e de Reforma Institucional, tem ainda como áreas de responsabilidade as Zonas Especiais de Economia Social de Mercado de Timor-Leste (Oecusse e Ataúro e quatro "Zonas Especiais de Desenvolvimento de Território Nacional") e as Infraestruturas.

Temporariamente e até que tome posse o ministro da Justiça, Alkatiri, líder da Frente Revolucionária de Timor-Leste Independente (Fretilin), vai acumular a responsabilidade nesta área.

O Governo vai ter quatro ministros de Estado, sendo que, neste dia, só tomam posse três: José Ramos-Horta (ex-Presidente da República), que será também conselheiro para Segurança Nacional, Rui Araújo (ex-primeiro-ministro), que será ainda ministro da Saúde, e Estanislau da Silva, que será ainda ministro da Agricultura, cargo que ocupou no VI Governo.

Adriano Nascimento, do Partido Democrático (PD), será o ministro na Presidência do Conselho de Ministros, e Aurélio Guterres, ex-reitor da Universidade Nacional de Timor Lorosa'e (UNTL), o ministro de Negócios Estrangeiros e Cooperação.


Valentim Ximenes toma posse como ministro da Administração Estatal e Rui Augusto Gomes, ex-chefe da Casa Civil do ex-Presidente timorense Taur Matan Ruak, será o ministro do Plano e Finanças. José Somotxo será o ministro da Defesa, enquanto o cargo de ministro da Educação - que não toma posse hoje - vai ser acumulado temporariamente por Rui Araújo, sendo empossada como vice-ministra a ex-deputada do PD Lurdes BessaAntónio da Conceição (PD), anterior ministro da Educação, será o novo ministro do Comércio e Indústria e Florentina Martins Smith (Fretilin) vai liderar a pasta da Solidariedade Social. Temporariamente, o cargo de ministro dos Recursos Minerais será acumulado por Estanislau da Silva.

Lusa/Fim

[:en]

Díli, 15 set (Lusa) - O VII Governo constitucional timorense, cujo mandato começa hoje, é liderado por Mari Alkatiri e tem quatro ministros de Estado, mas não vai ser empossado na totalidade, com várias pastas ainda por preencher.

A lista de governantes proposta pelo primeiro-ministro indigitado, Mari Alkatiri, foi já assinada pelo chefe de Estado, Francisco Guterres Lu-Olo, e publicada no Jornal da República, permitindo a realização da cerimónia oficial de posse, às 16:00 (08:00 em Lisboa) no Palácio Nobre de Lahane.

Dos cerca de 30 elementos que o novo governo timorense vai ter, apenas 12 vão ser empossados esta tarde, com vários a acumularem temporariamente outras funções.

O Executivo é liderado por Mari Alkatiri, que regressa à chefia do Governo, que ocupou entre 20 de maio de 2002 - foi o primeiro primeiro-ministro desde a restauração da independência e o segundo desde a declaração da independência - e 26 de junho de 2006, quando se demitiu na sequência da crise política que Timor-Leste vivia na altura.

Alkatiri, que será também ministro do Desenvolvimento e de Reforma Institucional, tem ainda como áreas de responsabilidade as Zonas Especiais de Economia Social de Mercado de Timor-Leste (Oecusse e Ataúro e quatro "Zonas Especiais de Desenvolvimento de Território Nacional") e as Infraestruturas.

Temporariamente e até que tome posse o ministro da Justiça, Alkatiri, líder da Frente Revolucionária de Timor-Leste Independente (Fretilin), vai acumular a responsabilidade nesta área.

O Governo vai ter quatro ministros de Estado, sendo que, neste dia, só tomam posse três: José Ramos-Horta (ex-Presidente da República), que será também conselheiro para Segurança Nacional, Rui Araújo (ex-primeiro-ministro), que será ainda ministro da Saúde, e Estanislau da Silva, que será ainda ministro da Agricultura, cargo que ocupou no VI Governo.

Adriano Nascimento, do Partido Democrático (PD), será o ministro na Presidência do Conselho de Ministros, e Aurélio Guterres, ex-reitor da Universidade Nacional de Timor Lorosa'e (UNTL), o ministro de Negócios Estrangeiros e Cooperação.


Valentim Ximenes toma posse como ministro da Administração Estatal e Rui Augusto Gomes, ex-chefe da Casa Civil do ex-Presidente timorense Taur Matan Ruak, será o ministro do Plano e Finanças. José Somotxo será o ministro da Defesa, enquanto o cargo de ministro da Educação - que não toma posse hoje - vai ser acumulado temporariamente por Rui Araújo, sendo empossada como vice-ministra a ex-deputada do PD Lurdes BessaAntónio da Conceição (PD), anterior ministro da Educação, será o novo ministro do Comércio e Indústria e Florentina Martins Smith (Fretilin) vai liderar a pasta da Solidariedade Social. Temporariamente, o cargo de ministro dos Recursos Minerais será acumulado por Estanislau da Silva.

Lusa/Fim

[:tl]

Díli, 15 set (Lusa) - O VII Governo constitucional timorense, cujo mandato começa hoje, é liderado por Mari Alkatiri e tem quatro ministros de Estado, mas não vai ser empossado na totalidade, com várias pastas ainda por preencher.

A lista de governantes proposta pelo primeiro-ministro indigitado, Mari Alkatiri, foi já assinada pelo chefe de Estado, Francisco Guterres Lu-Olo, e publicada no Jornal da República, permitindo a realização da cerimónia oficial de posse, às 16:00 (08:00 em Lisboa) no Palácio Nobre de Lahane.

Dos cerca de 30 elementos que o novo governo timorense vai ter, apenas 12 vão ser empossados esta tarde, com vários a acumularem temporariamente outras funções.

O Executivo é liderado por Mari Alkatiri, que regressa à chefia do Governo, que ocupou entre 20 de maio de 2002 - foi o primeiro primeiro-ministro desde a restauração da independência e o segundo desde a declaração da independência - e 26 de junho de 2006, quando se demitiu na sequência da crise política que Timor-Leste vivia na altura.

Alkatiri, que será também ministro do Desenvolvimento e de Reforma Institucional, tem ainda como áreas de responsabilidade as Zonas Especiais de Economia Social de Mercado de Timor-Leste (Oecusse e Ataúro e quatro "Zonas Especiais de Desenvolvimento de Território Nacional") e as Infraestruturas.

Temporariamente e até que tome posse o ministro da Justiça, Alkatiri, líder da Frente Revolucionária de Timor-Leste Independente (Fretilin), vai acumular a responsabilidade nesta área.

O Governo vai ter quatro ministros de Estado, sendo que, neste dia, só tomam posse três: José Ramos-Horta (ex-Presidente da República), que será também conselheiro para Segurança Nacional, Rui Araújo (ex-primeiro-ministro), que será ainda ministro da Saúde, e Estanislau da Silva, que será ainda ministro da Agricultura, cargo que ocupou no VI Governo.

Adriano Nascimento, do Partido Democrático (PD), será o ministro na Presidência do Conselho de Ministros, e Aurélio Guterres, ex-reitor da Universidade Nacional de Timor Lorosa'e (UNTL), o ministro de Negócios Estrangeiros e Cooperação.


Valentim Ximenes toma posse como ministro da Administração Estatal e Rui Augusto Gomes, ex-chefe da Casa Civil do ex-Presidente timorense Taur Matan Ruak, será o ministro do Plano e Finanças. José Somotxo será o ministro da Defesa, enquanto o cargo de ministro da Educação - que não toma posse hoje - vai ser acumulado temporariamente por Rui Araújo, sendo empossada como vice-ministra a ex-deputada do PD Lurdes Bessa. António da Conceição (PD), anterior ministro da Educação, será o novo ministro do Comércio e Indústria e Florentina Martins Smith (Fretilin) vai liderar a pasta da Solidariedade Social. Temporariamente, o cargo de ministro dos Recursos Minerais será acumulado por Estanislau da Silva.

Lusa/Fim

[:]


Banner

Foto

Notisia Ikus

UDT apoia dada bee-moos ba komunidade iha Vatu-Vou

October 26, 2021
Partidu Uniaun Demokrátiku Timor (UDT), apoiu f...

KSDS-KE rekomenda PR haruka pedidu estensaun EE ba PN

October 26, 2021
Xefe Casa Civíl Prezidénsia Repúblika, Franci...

Kandidatu ajente administrasaun 93 “kesar” MEJD ba PN

October 26, 2021
Kandidatu Ajente Administrasaun (AA) 93 ne’eb...

CNRT “deteta” artigu balu iha LEO inkonstitusionál

October 26, 2021
Deputada bankada CNRT, Fernanda Lay, deteta, pro...

JFP-ADDD: Jornada polítika iha TL la tuir K-RDTL

October 25, 2021
Movimentu Junta Forsa Polítika Aliadu Defende D...
1 2 3 655

About

Grupo Média Nacional was founded on the 19th December, 2003 with the aim of contributing to the development of media in the newly independent Timor-Leste. In that respective year, "Jornal Nacional Semanário" weekly newspaper was launched and in 2005 the Group ... more

Phone: 3311441
Email: [email protected]
Address: Dom boaventura no 8, Bebora Dili, Timor Leste.

GMN Map

Copyright © 2021 GMN TV | All right reserved.
apartmentmap-marker