JavaScript must be enabled in order for you to see "WP Copy Data Protect" effect. However, it seems JavaScript is either disabled or not supported by your browser. To see full result of "WP Copy Data Protector", enable JavaScript by changing your browser options, then try again.

Lere preocupado com condições de segurança nas fronteiras

Lere preocupado com condições de segurança nas fronteiras

O Chefe do Estado-Maior General das FALINTIL-Forças de Defesa de Timor-Leste (F-FDTL), Major-General Lere Anan Timor, mostrou-se preocupado com as precárias condições de segurança no controlo das fronteiras terrestres.

“Mostro-me preocupado com as condições atuais vividas nas linhas fronteiriças, porque são extensas e não oferecem as mínimas condições de segurança no seu controlo. Estas lacunas podem então ser aproveitadas pelos autores de crime organizado para se infiltrarem no nosso país. Existem, por exemplo, informações sobre a existência do crime de tráfico de armas ilegais no território nacional. Pessoalmente, não acredito. Devemos, no entanto, pô-las sempre em consideração, visto que a nossa segurança das fronteiras é muito frágil”, disse Lere, na passada quarta-feira (19/02), em declarações aos jornalistas, no Palácio Presidencial Nicolau Lobato, no Bairro-Pité, Díli.

Segundo Lere, além das precárias condições, a falta de nacionalismo e patriotismo evidente em alguns cidadãos timorenses, contribuirá, provavelmente, para a ocorrência de crimes e infiltrações.

“Neutralidade significa o desempenho de funções [de modo neutral] como agente das forças armadas. Disse também a todos os comandantes que, enquanto seres humanos, não estamos livres de pecado. Podemos pecar, mas não devemos trair. O pecado pode ser perdoado quando vamos ao padre e confessamos. Apelo, por isso, aos meus oficiais para que sejam leais à instituição, aos comandantes, ao Estado e à Nação”, afirmou.

O responsável das F-FDTL realçou ainda que o Chefe de Estado, apesar de se mostrar preocupado com as condições mínimas de segurança das fronteiras, acredita que esta instituição de defesa se mantem sólida em prol do progresso, desenvolvimento e profissionalismo.

“Em relação às fronteiras, talvez, neste mês, reforce os postos de Tunubibi e Tilomar, destacando, em cada um, um pelotão. O importante é que os membros, no desempenho das suas funções de segurança, se portem à altura. Se as forças de segurança atuarem contra outras forças, então o nosso esforço e preocupação não valerão de nada”, concluiu. oly

Lee hotu :   KOMANDO PNTL FIAR LÍDERANSA SIRA SEI HETAN SOLUSAUN BA IMPASE POLITÍKA

Add to Comments Here!!!!

error: Content is protected.
Secured By miniOrange
You might also like:
AIFAESA contribuiu em janeiro com 6.300 dólares para cofres de Estado

A Autoridade de Inspeção e Fiscalização...

Faustino da Costa: Venda de veículos à beira da estrada pode causar acidentes

O Comandante-Geral da Polícia Nacional de...

UPF sei uza Drone kontrola fronteira

Komandante Unidade patrullmentu Fronteira (UPF)  Superintendente...

Close