JavaScript must be enabled in order for you to see "WP Copy Data Protect" effect. However, it seems JavaScript is either disabled or not supported by your browser. To see full result of "WP Copy Data Protector", enable JavaScript by changing your browser options, then try again.

MS: Governo perde controlo de entradas ilegais

MS: Governo perde controlo de entradas ilegais

O Executivo perdeu o controlo de entradas ilegais de cidadãos nas zonas fronteiriças, visto que o número de pessoas que entram e saem ilegalmente tem vindo a aumentar significativamente, disse a Ministra da Saúde, Odete Maria Belo.

Recorde-se que 14 jovens provenientes do grupo de artes marciais PSHT foram detidos na passada quarta-feira (09/09), em Atambua, pela Polícia Nacional de Timor-Leste (PNTL).

“Esta situação tem gerado um grande problema para nós, uma vez que temos sentido dificuldades em controlar as entradas ilegais de cidadãos no país. Ainda que nos últimos quatro ou cinco meses tivéssemos conseguido controlar as portas de entrada e saída, ao ponto de termos conseguido deter várias pessoas em situação ilegal, nas últimas duas semanas perdemos novamente o controlo devido ao aumento de entradas ilegais”, lamentou a governante, na passada quinta-feira (10/09), no Ministério das Finanças.

Fez ainda um apelo aos jovens envolvidos nos grupos de arte marciais que cumprissem as normas para garantir a segurança pública.

Odete Belo sublinhou igualmente que, cabe às autoridades de segurança efetuarem as diligências para irem ao encalce de cidadãos que entram ilegalmente no país. Quanto ao Ministério da Saúde (MS), mantém um controlo apertado daqueles que entraram de forma legal.

A governante salientou, de igual modo, que as medidas aplicadas aos cidadãos sujeitos à autoquarentena devem ser cumpridas à risca, caso contrário serão alvo de sanções.

“Aqueles que estão sujeitos à autoquarentena não são irresponsáveis, porque regressaram de países desenvolvidos. Não é necessária a divulgação de informações sobre a prevenção da covid-19 junto deles”, afirmou.

Segundo os dados divulgados na página oficial do MS a que o Semanário teve acesso, a 9 de setembro, estão 305 cidadãos no centro de quarentena e 119 em autoquarentena. Ida

Lee hotu :   Hafoin EN, PNTL bandu estudante “Pawai’’ ■MEJD observa EN iha Darlau

Add to Comments Here!!!!

error: Content is protected.
Secured By miniOrange
You might also like:
PR ‘Lú Olo’ preocupado com entradas e saídas ilegais através das fronteiras

O Chefe da Casa Civil da...

Governo timorense celebrará acordo com EUA para reabilitação do aeroporto de Baucau

O Primeiro-Ministro, Taur Matan Ruak, reuniu-se...

Sagrada Família kondena aktu grupu RNDJK

Organizasaun rezisténsia Sagrada Família (SF), kondena...

Close